As imagens do momento em que Natacha Horana, bailarina do Faustão, foi presa em Santa Catarina, foram divulgado pelo colunista Léo Dias. Em nota, a assessoria de Natacha deu informações e se posicionou sobre o caso.

Segundo o anúncio, ela teria alugado um apartamento com dois amigos, convidando pelo menos 10 pessoas para uma festa. “Após receber um chamado, guardas municipais invadiram o apartamento juntamente com fiscais municipais, sem que ninguém da casa permitisse o ingresso dos agentes”, informa trecho da nota. 

Natacha esteve em um quarto durante toda a social, ainda segundo o informe através de sua assessoria. “Por não estar participando, [ela] acreditou que não seria necessário abrir a porta do cômodo em que já estava acomodada. Exaltados e sem paciência para explicação, rapidamente os agentes da Guarda Municipal de Balneário Camboriú, então, arrombaram a porta”.

ASSISTA AO VÍDEO: 

Para o advogado da bailarina, Carlos Felipe Guimarães é  Inadmissível a postura dos agentes, pois não havia situação de flagrante delito que justificasse a invasão do apartamento, bem como detiveram Natacha a força sob fundamentos ilegais. “Além dos guardas usurparem a função da Polícia Militar, estabelecida na Constituição Federal”, disse. Natacha estava hospedada em um apartamento de luxo.

Durante a madrugada, a Polícia Militar recebeu denúncias de uma festa com som alto que estaria acontecendo no local, então, fiscais da prefeitura acompanhados de guardas municipais foram até o local. A bailarina foi levada para a Central da Polícia e foi feito um boletim de ocorrência. Segundo o documento, ela foi detida por desacato a autoridades e agressão.

Meio Norte