Um cearense de 25 anos foi preso em flagrante com 130 cartões clonados e dispositivos eletrônicos para clonagem no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre, no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul da capital pernambucana, de acordo com a Polícia Federal (PF). A prisão dele e a apreensão dos materiais ocorreram na segunda-feira (20) e foram divulgadas nesta terça-feira (21).

Natural da cidade de Crateús, o homem preso é gesseiro e tinha partido de Fortaleza com destino ao Recife no dia 17 de julho. Segundo a PF, ele afirmou que atua sozinho nesse esquema criminoso e tinha como intenção instalar dispositivos para clonagem de cartão de crédito e débito em diversos caixas eletrônicos de bancos da capital pernambucana.

No entanto, a mala dele foi extraviada e trocada com a de outro passageiro, que, ao encontrar os equipamentos eletrônicos, entrou em contato com a companhia aérea.

A PF solicitou a presença do cearense para retirada da mala e o autuou em flagrante pelos crimes de furto qualificado, receptação e falsificação de documento particular. Se condenado, pode pegar penas que variam de 1 a 13 anos de reclusão.

O nome do homem preso não foi divulgado, mas a Polícia Federal informou que ele tinha antecedentes criminais. Nos anos de 2015 e 2017, cumpriu cinco meses de reclusão nas cidades de Caxias e Presidente Dutra, no Maranhão, por fraude com cartão de crédito.

O cearense passa por audiência de custódia nesta terça-feira (21) e, caso seja confirmada a prisão preventiva, segue para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

G1