Polícia Federal cumpre mandado contra suspeito de estupro e exploração sexual em Crateús


A Polícia Federal deflagrou a Operação Escudo de Ouro, nesta sexta-feira, 1/10, com objetivo de interromper a prática de crimes sexuais contra vítima criança no interior do Ceará, além da divulgação de imagens pedopornográficas na internet.

Cerca de 12 policiais federais estão cumprindo um mandado de prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão, expedidos pela 22ª Vara da Justiça Federal, no domicílio investigado em Crateús.

As investigações tiveram início em setembro de 2021 e, a partir dos dados coletados e analisados pela PF, foram levantados indícios de que o suspeito explorava sexualmente e estuprava a vítima, bem como divulgava vídeos e fotos pedopornográficos na internet.

Há indícios de que as imagens e vídeos circularam nos Estados Unidos, França e Austrália, tendo havido cooperação entre as polícias no combate ao crime.

A operação conta com colaboração dos Ministérios Púbicos Federal e do Estado do Ceará.

As investigações continuam com análise do material apreendido na operação policial, apurando-se também a participação de terceiros.

O investigado poderá responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de estupro de vulnerável, produção e divulgação de imagens pedopornográficas na internet e, se condenado, poderá cumprir penas de até 31 anos de reclusão.

Postar um comentário

0 Comentários