Nova Russas, Ipueiras e Quiterianópolis ainda tem nível de alerta altíssimo para a Covid-19


No Ceará, os últimos meses, têm sido de consolidação de queda nas internações e mortes por Covid-19. A vacinação, apesar dos gargalos, avança e impacta o cenário epidemiológico, no entanto, pelo menos 20 das 184 cidades do Estado ainda registraram nível de alerta altíssimo para a transmissão do coronavírus, no período de 19 de setembro a 2 de outubro, segundo a plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Entre elas estão, Quiterianópolis, Nova Russas, Ipueiras, além de Poranga e Santa Quitéria. 

Para calcular o nível de alerta, a Sesa monitora os seguintes indicadores:

  • Incidência de casos de Covid-19 por dia /100 mil habitantes
  • Internações pelos CIDs causas respiratórias
  • Percentual de leitos UTI-Covid ocupados
  • Taxa de letalidade por Covid-19
  • Taxa de positividade em testes RT-PCR
Para alcançar o status de “novo normal" - considerado "melhor cenário" na escala dos níveis de alerta - a taxa de letalidade deve ser inferior a 1%. 

Os indicadores sobre a disseminação do vírus no território cearense são publicados pela Sesa desde dezembro de 2020. A ideia é que os gestores municipais possam usar esse monitoramento como referência para a tomada de decisões em cada cidade. 

No caso das cidades que ainda estão com o nível altíssimo, significa que, na equação dessas taxas, ao menos uma delas permanece elevada, portanto, ainda preocupa. Constam na lista de nível de alerta altíssimo. São elas:

  • Antonina do Norte
  • Assaré
  • Barroquinha
  • Capistrano
  • Chorozinho
  • Crato
  • General Sampaio
  • Guaiuba
  • Ipaumirim
  • Ipueiras
  • Mombaça
  • Morrinhos
  • Nova Russas
  • Paracuru
  • Poranga
  • Quiterianópolis
  • Salitre
  • Santa Quitéria
  • Trairi
Com Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários