Governador do Piauí defende reforma tributária e critica novo ICMS

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), durante recepção no aeroporto Lúcio Lima, em Crateús, nesta segunda-feira (18), afirmou ser contrário ao "novo ICMS", projeto de lei que institui nova metodologia para cobrança do ICMS pelos estados, que impacta o preço dos combustíveis, defendido por Bolsonaro e o ministro da economia, Paulo Guedes. 

De acordo com o governador, apesar de redução de 8%, a medida não garante que não ocorra a subida do preço, e a solução seria a reforma tributária, que seria defendida por unanimidade pelas 27 unidades federativas. Ainda de acordo com Dias, o "novo ICMS" irá acarretar em redução de 24 milhões de reais de estados e municípios. "Isso aqui afeta municípios e afeta estados", disse. 

Veja o vídeo em que Dias se posiciona:


Por: Nathan Loiola

Postar um comentário

0 Comentários