25 mil pessoas do Ceará poderão obter primeira habilitação por meio do programa CNH Popular


O governador do Ceará, Camilo Santana, apresentou a retomada do programa CNH Popular, ofertando 25 mil habilitações para a população do Ceará até 2022. Operacionalizada por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE), a iniciativa possibilita o acesso gratuito à obtenção da primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias A (moto) ou B (automóvel) e é uma das maiores do país no segmento. O programa combina o compromisso em garantir um trânsito mais seguro e a geração de oportunidades produtivas para a população.

O governador celebrou a volta de programa, sempre muito requisitado, que ajuda na conquista de empregos e novas oportunidades. “O número de habilitações ofertadas nesta retomada da CNH Popular é praticamente o triplo do realizado anualmente antes da pausa do programa. Agora são 20 mil carteiras para o Interior e mais 5 mil para Fortaleza, totalizando 25 mil. É um programa que dá a carteira de habilitação e ajuda a muitos a conseguir um trabalho, de se tornarem entregadores, enfim, abrem novas oportunidades”, exemplificou Camilo no evento virtual de lançamento, transmitido pelas redes sociais. Com ele, estavam o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Evandro Leitão, o secretário de infraestrutura, Lúcio Gomes, e o superintendente do Detran-CE, Maximiliando Quintino.

“Para além das oportunidades geradas, ter uma habilitação é sinônimo de formar condutores dentro da lei de trânsito, o que vai contribuir e muito para a segurança viária nas cidades. Todos aprovados serão qualificados ou requalificados no processo seletivo, e indiretamente também promoverá impacto positivo na saúde, educação e cidadania, por conta dos exames necessários aplicados”, ressaltou o superintendente do Detran.

Para o secretário de infraestrutura do Ceará, Lúcio Gomes, retornar um programa tão positivo ao Estado é de grande satisfação, e para além disso, também é uma ferramenta importante de inclusão social. De 2009 a 2019, quase 140 mil pessoas foram habilitadas por meio da iniciativa. Quem se habilita na categoria A recebe um capacete.

O programa é destinado a beneficiários do Bolsa Família, pessoas com deficiência e egressos do sistema prisional. Os interessados devem realizar cadastro no site do Detran, registrando as informações solicitadas e anexando documentos exigidos. Em seguida, os dados passam por análise do Detran.

Após aprovação do cadastro, será agendada a comissão para onde os candidatos serão devidamente direcionados pelo Detran para as autoescolas, que serão responsáveis pela preparação dos respectivos alunos do programa.

O Governador destacou também que, assim como o Sinalize, o programa CNH Popular busca incentivar os municípios para que assumam a oficialização da gestão de trânsito. “Por isso, um critério central do CNH Popular é priorizar as cidades que já municipalizaram sua gestão de trânsito”, explicou.

É importante que os candidatos estejam atentos a tentativas de fraude. Para realizar um processo seguro, os interessados devem se inscrever somente através do site oficial do Detran-CE. O órgão destaca que NÃO encaminha e-mail e nenhum tipo de link através de redes sociais ou aplicativos de mensagens, como WhatsApp.

Com Ascom 

Postar um comentário

0 Comentários