Joice Hasselmann: Polícia descarta violência doméstica e diz que deputada caiu


A Polícia Civil do Distrito Federal (DF) concluiu que a deputada federal Joice Hasselmann (PSL) não sofreu agressões e que, possivelmente, a parlamentar caiu da própria altura por efeito de remédios para dormir que toma. Em 18 de julho, a pesselista acordou com marcas de sangue no chão do apartamento funcional onde mora em Brasília e, dias depois, várias fraturas foram verificadas no corpo dela.

O inquérito foi conduzido pela 2ª Delegacia de Polícia da Asa Norte da capital federal. A investigação concluiu que não há elementos que apontem para violência doméstica, agressão por terceiros ou atentado, como a parlamentar suspeitava. A Polícia Civil encaminhou os documentos ao Judiciário e ao Ministério Público.

Joice teve dois dentes quebrados, um corte no queixo, cinco fraturas no rosto e uma na costela. Exames foram realizados em um hospital de Brasília, à época. A deputada foi submetida a exame de corpo de delito e toxicológico, também, durante as investigações.

O Tempo

Postar um comentário

0 Comentários