Justiça adia julgamento de prefeito e vice de Ipaporanga por abuso de poder econômico


Em sessão do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), realizada na manhã desta quarta-feira (28), foi solicitado vista do processo de abuso de poder público, do prefeito e vice de Ipaporanga, Amaro Pereira (PT), e Cleoto Bezerra (PDT). O processo deverá ter novo julgamento com data a ser definida.

Caso a justiça atenda o parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE), o município poderá ter novas eleições. Em 2020, ano eleitoral, o município de Ipaporanga teria utilizado a maquina pública para promover o nome do então candidato Amaro Pereira, tendo supostas provas documentais dos atos ilícitos.

Foram sorteados geladeiras e até motocicletas com suposto interesse de vantagem eleitoral, sendo gasto R$ 150 mil dos cofres públicos para aquisição de premiações em ano eleitoral. 

Postar um comentário

0 Comentários