Bolsonaro dá entrada no hospital das Forças Armadas com dores abdominais


O presidente Jair Bolsonaro deu entrada no hospital das Forças Armadas na manhã desta quarta-feira (14) com dores abdominais. Por causa disso, foi cancelada a reunião que estava agendada com o presidente do STF, Luiz Fux, e com os presidentes da Câmara e do Senado, Artur Lira e Rodrigo Pacheco.
O presidente sentiu-se mal durante a madrugada, com dores abdominais e soluço, e optou por ir ao hospital. Após ser atendido, Bolsonaro sente-se bem e realiza exame nesta manhã.

CRISES DE SOLUÇOS

Nas últimas duas semanas, Bolsonaro está tendo que lidar com uma crise de soluços. São 11 dias ao menos de reiteradas interrupções em interações com apoiadores, live e entrevista por causa de contrações involuntárias do diafragma. No Google, houve um aumento repentino de pesquisas com os termos "bolsonaro passa mal", "crise de soluço bolsonaro", "bolsonaro soluço", "bolsonaro" e "bolsonaro soluco".

O próprio presidente abordou o assunto com apoiadores e em uma entrevista no último dia 7. "Peço desculpa a todos que estão me ouvindo, porque eu estou com soluço já tem cinco dias. Eu fiz uma cirurgia para implante dentário no sábado [3], já aconteceu comigo no passado, talvez, em função dos remédios que eu estou tomando, eu estou 24 horas por dia com soluço", disse Bolsonaro à rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul.

Depois da conversa que teve com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, na segunda-feira (12), Bolsonaro concedeu uma entrevista de cerca de 30 minutos, mas só soluçou no começo.

Na terça-feira (13), conseguiu fazer um discurso inteiro sem interrupções orgânicas. Pouco depois da cerimônia no Palácio do Planalto, chegou de motocicleta ao Palácio da Alvorada e voltou a soluçar com apoiadores. "Eu estou sem voz, pessoal. Se eu começar a falar muito, volta a crise de soluço" alertou o presidente. "Já voltou o soluço", disse logo em seguida. Posou para fotos e gravou vídeo para um apoiador. "Está ruim de falar", reclamou.

O presidente relatou à claque que um colega da Marinha havia dado uma solução para os soluços. Ele experimentou, mas o efeito não durou muito tempo. "Testei duas vezes hoje e deu certo: tomar água com o copo invertido. Dá certo. Eu estava hoje arrebentado. Fui para o banheiro e [faz gesto de beber água]. Agora, a gente começa a tomar água aqui [aponta para a boca] e sai pelo nariz", detalhou.

Fonte: Folhapress

Postar um comentário

0 Comentários