Tamboril tem débito de quase R$ 3 milhões com Enel, informa procurador do município

Após repercussão do corte de energia do prédio do Conselho Tutelar ocorrido na segunda-feira (10), o procurador de geral de Tamboril, Dr. Gimpaulo Barros afirmou após reunião com a Enel na quinta-feira (13), que o município tem uma dívida com a concessionária de energia de aproximadamente R$ 3 milhões de reais, de fornecimento de energia. A reunião ocorreu com a presença do advogado e do técnico de contabilidade Helênio Rodrigues.

A alegação é que a gestão anterior fez um acordo com a Enel, porém não cumpriu.

De acordo com o ex-prefeito Pedro Calisto, quando a nova administração assumiu, o parcelamento estava valendo, realmente estava atrasado, mas teria ficado empenhado.

O corte de energia do Conselho Tutelar de acordo com integrantes da administração, pelo fato do responsável não ter encaminhado à conta para que a prefeitura efetuasse o pagamento.

NATHAN LOIOLA

Postar um comentário

0 Comentários