Por falta de leito, homem morre no chão de UPA em Teresina

Um idoso, de 86 anos, morreu na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Promorar, Zona Sul de Teresina, após ser atendido no chão, na noite desta quinta-feira (18/03).

Ele chegou ao local em estado muito grave e com crise respiratória, mas por falta de leitos na unidade, acabou sendo atendido pelos profissionais no chão.

Por não ser possível fazer a remoção para uma maca durante o processo de reanimação, ele recebeu assistência no chão, mas não resistiu.

“Em oito anos de profissão, eu nunca vi o sistema de saúde como estou presenciando”, disse Poliana Santos, técnica em enfermagem que atendeu o paciente.

Postar um comentário

0 Comentários