Polícia Militar localiza imóvel suspeito de ser usado para guarda de material ilícito em Crateús


Maconha, crack, cocaína, lança-perfume, utensílios utilizados no tráfico de entorpecentes, arma de fogo e munições. Todo esse material foi localizado na residência de um casal no último sábado (20), no município de Crateús. De acordo com informações preliminares, o imóvel seria destinado para a guarda de entorpecentes. Uma composição do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi responsável pelas prisões e apreensões dos ilícitos.

Informações sobre a custódia de drogas e armas foram repassadas para as equipes do Raio por meio de denúncias. Para atestar a veracidade dos dados, os policiais militares se dirigiram até um imóvel, na Rua João Ribeiro Lima Nova, no bairro Fátima I. Chegando ao local, o homem apontado como responsável pelos ilícitos tentou fugir, mas foi alcançado. Dentro da residência também se encontrava a companheira dele, que confirmou que na casa havia drogas.

O casal foi identificado como Gerffesom Siqueira Gomes (25), com passagens por porte ilegal de arma de fogo e posse de drogas, e Samyla Leite de Oliveira (28), sem passagens anteriores. No imóvel onde o casal estava foram encontrados 1,8 quilo de maconha, oito pedras de crack, cinco pedras de cocaína, seis frascos de lança-perfume (loló), balança de precisão, além de um revólver calibre 32, duas munições de mesmo calibre e uma quantia em dinheiro.

Todo o material foi recolhido da casa e levado para realização de flagrante na Delegacia Regional de Crateús da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), para onde o casal também foi conduzido. Após prestarem depoimento, Gerffesom e Samyla foram autuados em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo, tráfico e associação para o tráfico de drogas. A Polícia Civil apura a informação de que a casa teria sido alugada com a finalidade de guardar drogas.
Denúncias

A população pode colaborar com o trabalho ostensivo dos raianos na região de Crateús repassando informações que tenham conhecimento sobre a prática de crimes. As denúncias podem ser feitas para o número (88) 99201-1610, que é o WhatsApp da base do Raio em Crateús, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem de texto, áudio, imagem e vídeo. O sigilo e o anonimato são garantidos.

SSPDS

Postar um comentário

0 Comentários