Municípios dos Sertões de Crateús recebem ajuda financeira contra o covid-19

O Governo do Brasil destinou mais R$ 9,4 bilhões para fortalecer a rede pública de saúde no enfrentamento ao coronavírus (Covid-19). A Medida Provisória que autoriza a utilização dos recursos pelo Ministério da Saúde foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União na noite desta quinta-feira (3). Agora, já são R$ 14,3 bilhões de incremento ao orçamento da saúde destinados exclusivamente para o combate à doença – em março, o presidente da República, Jair Bolsonaro, havia editado outra Medida Provisória, que concedia R$ 5 bilhões.

Os recursos já têm destinação certa. Serão usados na aquisição de novos testes de diagnóstico de coronavírus (RT-PCR e testes rápidos), de medicamentos (oseltamivir) e de equipamentos para a rede hospitalar, como monitores de sinais vitais e ventiladores pulmonares, usados principalmente no tratamento de casos graves com dificuldades respiratórias. Além disso, será possível ampliar os recursos destinados à manutenção de leitos de UTI e de enfermaria, bem como a construção do Centro Hospitalar de Atenção e Apoio às Pesquisas Clínicas para Pacientes Graves, da Fiocruz, no Rio de Janeiro (RJ).

Veja quanto receberam os municípios da região:

  • Crateús: R$ 213.210,16
  • Tamboril: R$ 74.552,84
  • Monsenhor Tabosa: R$ 48.944,56
  • Nova Russas:  R$ 91.811,52
  • Independência:  R$ 74.345,52
  • Novo Oriente: R$ 81.243,88
  • Ipueiras:. R$ 108.391,44
  • Hidrolândia:  R$ 56.737,52
  • Poranga:. 35.034,24
  • Ipaporanga:. R$ 32.924,12
  • Ararendá:. R$ 31.055,40
  • Catunda:. 29.371,28

Postar um comentário

0 Comentários