Cadeiras, capacetes e até pedras demarcam lugares a serem vendidos em filas em Crateús

A Guarda Civil Municipal de Crateús recebeu denúncia nesta quinta-feira, 30, de que pessoas usando objetos para marcar lugares em filas para saque de auxílio emergencial na Caixa e casas lotéricas.

De acordo com denúncias, são usadas pedras, cadeiras, capacetes e bancos de madeiras, que ficam nas filas, sendo que caso alguém queira o lugar de tais objetos, tem que desembolsar uma quanta de até R$ 50,00, pra quem é dono dos objetos.

De acordo com o comandante da GCM, inspetor Gomes, o trabalho de fiscalização será intensificado, e os materiais serão recolhidos. “Não iremos tolerar marcações de vagas com pedras, cadeiras vazias, paus e outros objetos. Se, no período noturno encontrarmos alguém com essas práticas maléficas e aproveitadoras iremos recolher todo o material”, disse.

NATHAN LOIOLA

Postar um comentário

0 Comentários