728x90

centered image

Jovem cearense presa em Portugal por tráfico de drogas foi vítima de golpe, diz irmão

Os familiares da jovem Vitória Domingos de Sousa, 20, presa com 2,5 kg de cocaína no aeroporto de Faro, em Portugal, na última sexta-feira (21), estão reunindo material para apresentar às autoridades portuguesas. O objetivo dos parentes é comprovar que ela não era integrante de uma organização criminosa, mas que “foi iludida com falsas promessas e caiu em um golpe”, segundo relata o irmão dela, Robson Souza.

Vitória estava desaparecida desde o dia 20 de junho em Fortaleza. A família da garota registrou um Boletim de Ocorrência na 12ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável por casos envolvendo pessoas desaparecidas. A partir de então, com a divulgação de imagens e informações sobre a jovem, ela foi reconhecida pelas autoridades portuguesas, que entraram em contato com a Polícia cearense.

A família não pretende que ela seja extraditada para o Brasil para preservar a segurança dela. “Nosso sistema penitenciário é frágil, quanto ao acesso, inclusive, de pessoas dessa rede que ela tava participando, de forma que ela possa ser massacrada pelo que ela fez, pelo que ela sabe. O desejo é que estivesse perto, estivesse com a gente”, desabafa o irmão.

Segundo Robson, a Polícia brasileira deve auxiliar nas investigações sobre ela ter sido aliciada por um esquema. Ele disse ainda que vai procurar a Defensoria Pública do Brasil e de Portugal. Robson ainda não conversou com Vitória, eles devem ter o primeiro contato por telefone nesta quarta-feira (26).

Segundo ele, a Polícia solicitou apoio psicológico para a jovem. ” Quero falar com ela, mostrar para ela que não está só, apesar dela ter errado, estamos aqui para apoiar e ajudar na recuperação dela. Que a gente a ama, queremos ela por perto. Psicologicamente ela não tá bem”, relata.

G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários