Vice-prefeito alega perseguição de emissora de rádio em Varjota

O vice-prefeito de Varjota, Cícero Paulino, afirmou nesta quarta-feira (26) que a atual administração do município está sendo perseguido pela emissora de rádio comunitária Styllus FM, localizada na cidade.

De acordo com o político, a emissora que é conhecida por defender interesses de outro grupo político que faz oposição a atual gestão municipal, há cerca de três anos realiza alegações infundadas e sem provas, e não concedem o direito de resposta a gestão, demonstrando uma clara infração a ética profissional e a democracia, constatando total desinteresse de esclarecer a veracidade dos fatos à seus ouvintes.

“Eles só falam a versão deles e nunca dão direito de resposta”, afirma o vice-prefeito.

Um dos radialistas teria afirmado na última sexta-feira que a atual gestão teria recebido uma verba pública para a construção de uma praça em um bairro e que o município não teria construído a obra dentre outras calúnias acompanhadas de mentiras”, destaca Cícero.

O político procurou a justiça e foi realizada um termo de conciliação, porém o acordo não foi cumprido por parte da emissora, e afirma que a gestão continuará procurar meios legais para esclarecer os fatos considerados infundados propagados pelo veículo de comunicação.

Repórter: Nathan Loyola

Postar um comentário

0 Comentários