Gerência da Cagece reitera que atua em prol da população de Novo Oriente e região

A Gerência Regional da Cagece, após matéria publicada nesta quinta-feira (21) neste portal em que esclarece que dejetos de mineradora não afeta Rio Poty e Açude Flor do Campo, no município de Novo Oriente, emitiu mais uma nota para reiterar seu compromisso me prol da população da região

Confira na íntegra:

A Cagece é uma corporação do povo, que presta serviço de saúde ao povo há quase meio século.

E como prestadora de serviços de saúde, ela está na linha de frente de defesa dos recursos hídricos, sua principal matéria prima.

A Cagece é, como instituição idônea, séria e que respeita à população, a primeira a se preocupar com a qualidade e possíveis contaminações de corpos hídricos que venham a causar prejuízo ao tratamento da água para distribuição à população.

A Cagece não monitora e emite laudos de análise da água dos açudes ou outros mananciais com o intuito de se auto-proteger, mas sim de evitar que as águas usadas para abastecimento da população sejam de alguma forma comprometidas.

E com estes monitoramentos, a população pode ter certeza que a Cagece será a primeira a gritar quando e se algum corpo hídrico for de alguma forma contaminado.

Seria de uma absurda falta de honestidade, a Cagece por algum motivo esconder desconformidades desse bem tão precioso para a sociedade, a água. Isso soa até como ridículo e vergonhoso.

Não é porque estamos testemunhando muitas instituições e pessoas nesse mundo a fora agindo com ganância, corrupção, desonestidade, interesses escusos, que não possamos ter pessoas e instituições sérias e preocupadas em prestar o melhor serviço possível dentro das conhecidas limitações da nossa sociedade.

Reitero que a Cagece sim, sempre que este assunto da possível contaminação do rio Poty por minério de ferro, veio à tona, como em 2017 e 2018, se manifestou esclarecendo que seria a primeira a gritar se ela detectasse algo nestas águas que prejudicasse o abastecimento das populações. Talvez estas manifestações da Cagece, infelizmente, não tenham sido em muitos canais de comunicação de forma a abranger o maior número de interessados.

Por fim, a Cagece reafirma que como instituição séria, idônea, que presta um serviço de saúde pública, é a primeira interessada e que de fato monitora a qualidade dos recursos hídricos que ela utiliza para levar saúde às pessoas, uma vez que seria absurdamente desonesto não fazê-lo e colocar em risco a saúde da população. Monitorar e fazer análises da água dos mananciais utilizados não tem o intuito de forjar desculpas, mas de garantir que esse bem essencial às nossas vidas seja distribuído de forma segura e honesta.


Repórter: Nathan Loyola

Postar um comentário

0 Comentários