centered image

Crateuense mãe de dois filhos é assassinada e família pede ajuda para translado do corpo

 

Foto: arquivo pessoal

A crateuense Gislândia Martins, 35, foi assassinada durante a madrugada do dia 1º, em Brasília. Devido ao alto valor para realizar o translado do corpo, e a família ser de condições humildes, é realizada campanha nas redes sociais para arrecadar a quantia de R$ 6 mil, para trazer velar e realizar o corpo em Crateús, sua terra natal.

Doações podem ser realizadas através da chave pix: gessicamartiins18@gmail.com. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone/WhatsApp: (88) 9 9357-6940. 

De acordo com familiares, seu falecimento pegou todos de surpresa, pois ela passava o dia inteiro trabalhando, e há suspeitas que tenha sido confundida pelos executores. Gislândia era mãe solteira. Ninguém foi preso. 

Confia a reportagem em vídeo com Gessica, irmã da vítima:


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem