Eventos vão poder receber até 2 mil pessoas em locais abertos a partir desta terça no Ceará

Eventos vão poder receber até 2 mil pessoas em locais abertos
a partir desta terça no Ceará (Foto: Reprodução/TV Globo)

Eventos sociais poderão receber até duas mil pessoas em locais abertos no Ceará a partir desta terça-feira (16), e até 1,2 mil pessoas em ambientes fechados. A ampliação da capacidade do público nos eventos faz parte de cronograma previsto pelo governo do estado, e está na sua segunda fase. A medida vale até 30 de novembro.

Mesas em restaurantes e buffets podem ser compostas por até 10 pessoas.

Até esta segunda-feira (15), os eventos sociais podem ocorrer com 800 pessoas em locais abertos, e 500 em ambientes fechados.

3ª fase

A terceira fase do cronograma do governo do estado, prevista para começar em 1º de dezembro, permite a realização de eventos de grande porte com até 3 mil pessoas em ambientes abertos, e 2 mil em locais fechados.

4ª fase

Já a quarta fase, que compreende o período de 16 a 31 de dezembro, amplia a capacidade do público em eventos de grande porte para 5 mil pessoas em ambientes abertos, e 2,5 mil em locais fechados.

Passaporte de vacinação

O passaporte sanitário pode ser apresentado por meio físico (cartão de vacinação) ou por meio digital, pelo Ceará APP, ou pela plataforma Saúde Digital, ou pelo ConecteSUS ou outra ferramenta destinada para esta comprovação. O esclarecimento é da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

A Sesa informou que fará a fiscalização dos estabelecimentos que exigem o passaporte sanitário no Estado, por meio da Coordenadoria de Vigilância Sanitária (Covis), de forma integrada com as vigilâncias municipais e, em Fortaleza, com a Agefis, sempre com apoio das forças de segurança.

Ainda de acordo com o órgão, as penalidades aos estabelecimentos que não estiverem exigindo a comprovação vacinal do público serão as mesmas para o descumprimento de regras do decreto estadual de ações contra o coronavírus, podendo resultar em autuação ou multa.

G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários