Em reunião com prefeito de Crateús, Queiroz Filho defende municípios em disputa com o Piauí

Parte dos territórios de Crateús, Ipueiras, Poranga e Ipaporanga, na região dos Sertões de Crateús, poderão virar terras piauienses, em disputa territorial entre os estados vizinhos. Nesta terça-feira (10), o deputado estadual Queiroz Filho (PDT), participou de reunião do Comitê de Estudos de Limites e Divisas Territoriais do Ceará (Celditec), da Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE), que reúne prefeitos e representantes de 14  de municípios que fazem divisa com o estado do Piauí. O encontro também contou com a presença do prefeito de Crateús, Marcelo Machado (SD), aliado de Queiroz. 

"O nosso objetivo é fortalecer a defesa do território cearense que está em situação de litígio. Para além das questões técnicas e legislativas, trata-se de representatividade, da nobre sensação de pertencimento de uma região riquíssima do nosso estado que não podemos abrir mão de jeito nenhum, lembrando que o estado do Tocantins já perdeu um trecho de suas terras para o Piauí", disse Queiroz Filho.

O encontro discutiu a ação envolvendo o Ceará e o Piauí, que tramita desde 2011 no Supremo Tribunal Federal (STF), em que o governo vizinho reivindica o controle político de cerca de seis mil quilômetros quadrados que fazem parte do território cearense. 

A reunião contou com representantes de outros municípios cearenses que poderão ser afetados, como Ipu, Granja, Viçosa do Ceará, Tianguá, Ibiapina, Ubajara, Croatá, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal.

Postar um comentário

0 Comentários