Maioria dos deputados votados em Crateús votaram contra a PEC do voto impresso



A Câmara dos Deputados rejeitou e arquivou nesta terça-feira (10) a proposta de emenda à Constituição (PEC) que propunha uma versão impressa do voto eletrônico em eleições, plebiscitos e referendos. A pauta já havia sido rejeitada em comissão especial. 

Os deputados federais mais votados em Crateús, todos votaram contra a PEC, sendo eles Júnior Mano (PL), Domingos Neto (PSD) e Genecias Noronha (SD).

A PEC precisava de 308 votos para ser aprovada. Entretanto, o texto elaborado pela deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) teve o sim de apenas 229 deputados. 218 deputados votaram contra, e houve uma abstenção. Ao todo, 448 votos foram computados.

Dos votantes, 18 foram deputados federais cearenses, sendo 14 favoráveis e quatro contrários. Outros quatro não votaram.

Veja como cada um dos cearenses votou:

VOTARAM SIM PELA PEC:

Capitão Wagner (Pros)
Dr. Jaziel (PL)
Heitor Freire (PSL)
Moses Rodrigues(MDB)

VOTARAM CONTRA A PEC:

André Figueiredo (PDT)
Célio Studart (PV)
Domingos Neto (PSD)
Eduardo Bismarck (PDT)
Genecias Noronha (SD)
Idilvan Alencar (PDT)
José Airton Cirilo (PT)
José Guimarães (PT)
Júnior Mano (PL)
Leônidas Cristino (PDT)
Luizianne Lins (PT)
Odorico Monteiro (PSB)
Pedro Augusto Bezerra (PTB)
Totonho Lopes (PDT)

AUSENTES:

AJ Albuquerque (PP)
Aníbal Gomes (DEM)
Danilo Forte (PSDB)
Vaidon Oliveira (Pros)

Com Alan Clyverton
Foto: Cleia Viana

Postar um comentário

0 Comentários