Homem de Ipueiras é detido por tentar fraudar prova da Pefoce


Um candidato que realizava a prova objetiva do concurso da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) neste domingo, 1/8, em Sobral, foi flagrado pelo sistema antifraude. O suspeito foi eliminado do exame e levado à delegacia do município para a realização de procedimentos legais.

O POVO apurou que o candidato é de Ipueiras, no interior cearense, e se chama Benedito Azevedo Ferreira. O delegado teria estipulado fiança para sua soltura, mas ele permanecia preso até por volta das 20h30min.

Equipamentos do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultura e Assistencial Nacional (Idecan), realizador do concurso, revelaram que a caneta do candidato continha um dispositivo eletrônico.

O concurso da Pefoce foi realizado neste fim de semana nas cidades de Sobral, Juazeiro do Norte, Iguatu, Russas e na capital Fortaleza. Cerca de 24 mil candidatos foram divididos em grupos no sábado e no domingo e alocados em 37 locais de prova.

O exame é para os cargos de médico perito legista, perito criminal e perito legista odontologia. As provas deste domingo foram para o cargo de auxiliar de perícia. O concurso da Pefoce visa preencher de imediato 170 vagas e formar cadastro de reserva (CR) com 340 vagas.

Apesar do fato, segundo a assessoria do Idecan, a aplicação das provas seguiu normalmente. Um total de 15.495 pessoas participaram do exame, sendo os organizadores.

Vagas em disputa

Serão 70 vagas (+ 140 CR) para o cargo de auxiliar de perícia, 60 vagas (+120 CR) para o cargo de perito criminal, distribuídos nas áreas de Engenharia Elétrica (9 vagas), Engenharia Civil (10 vagas), Engenharia Mecânica (9 vagas), Engenharia Eletrônica (3 vagas), Física (3 vagas), Ciências da Computação/ Análise de Sistemas (14 vagas), Ciências Contábeis (5 vagas), Engenharia Química/Química (7). São 20 vagas (+ 40 CR) para o cargo de médico perito-legista, sendo uma vaga específica para patologia e três para psiquiatria.

Para o cargo de perito legista são 20 vagas (+ 40 CR). São 5 vagas destinadas para a Odontologia e (15 vagas) para farmacêuticos e bioquímicos, que farão a prova em outra data que será divulgada pelo Idecan.

A alteração ocorreu em comprimento da liminar favorável ao pedido do Conselho Regional de Biomedicina, que pediu a inclusão dos biomédicos no certame. As provas específicas para o cargo n°10 perito legista ocorrerão em data a ser divulgada pela banca organizadora do concurso.

A remuneração inicial para o cargo auxiliar de perícia R$ 4.646,60 para os demais cargos a remuneração é de R$ 10.578,11. A carga horária é de 40 horas semanais.

A prova para o cargo nº 10 do edital, perito legista com formação em farmácia, foi adiada em cumprimento da liminar que pede a inscrição e inclusão dos biomédicos no certame. Para o cargo específico, onde deverão concorrer farmacêuticos e biomédicos, a prova ocorrerá em data posterior, a ser divulgada pela banca responsável pelo concurso.

O Povo

Postar um comentário

0 Comentários