Diretor de clínica é preso acusado de estupro e manter 33 mulheres em cárcere no interior do Ceará


Policiais civis da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Crato prenderam na manhã desta quinta-feira Fábio Luna dos Santos, de 35 anos. O mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Crato foi cumprido na Casa Abrigo de Mulheres que o mesmo dirige na Rua Chagas Bezerra no bairro Mirandão naquele município. Ali estavam 33 mulheres numa espécie de clínica de repouso para mulheres idosas e com problemas psiquiátricos em Crato.

Supostamente eram mantidas numa espécie de cárcere privado destoando quanto a missão do estabelecimento. Pior que isso, existem denúncias de crimes de abuso sexual, maus-tratos, apropriação de benefícios e tudo isso está sendo devidamente investigado pela titular da DDM de Crato, Kamila Brito. As mulheres viviam em condições verdadeiramente inóspitas conforma a constatação no local por parte dos policiais.

A investigação começou com denúncias em torno de abuso sexual contra duas mulheres, culminando na ação desta manhã após aval da justiça. A polícia constatou que as mulheres estavam aprisionadas em celas sem condições sanitárias, além da obtenção de informações quanto a violência física e psicológica igualmente investigada. No início desta tarde a delegada estava mantendo contatos com entidades assistenciais ligadas ao município com o objetivo de definir o local para onde as mulheres seriam levadas.

Demontier Tenório/Site Miséria

Postar um comentário

0 Comentários