728x90

centered image

No Ceará, Capitão Wagner lidera disputa com a esquerda em dois cenários



O deputado federal Capitão Wagner (Pros) lidera dois dos três cenários da corrida ao governo do Ceará em 2022, segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 25 e 29 de junho.

O policial militar, que sempre teve a simpatia do eleitor bolsonarista, só não lidera quando o candidato da frente que governa o estado há quatro mandatos – uma coalização formada pelo PT e pelo grupo político de Ciro Gomes (PDT) – é o senador Cid Gomes (PDT). Nessa situação, Capitão Wagner tem 38% dos votos contra 35,1% do pedetista e estão empatados dentro da margem de erro, que é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

Nesse cenário, a ex-prefeita de Fortaleza e deputada federal Luizianne Lins (PT) tem 10,2% das intenções de voto. Há dúvidas se o PT terá candidato ao governo cearense em 2022, já que o governador Camilo Santana, apesar de ser do partido, pode compor com os irmãos Gomes, que apoia a sua gestão. Além disso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negocia uma composição no estado com o grupo do ex-senador Eunicio Oliveira (MDB).

Nos outros dois cenários, Capitão Wagner bate os outros cotados para serem candidatos pelo grupo dos irmãos Gomes: o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PDT) ou o deputado federal Mauro Benevides Filho (PDT), que hoje é secretário de Planejamento da gestão Camilo Santana (veja quadros abaixo).




Na eleição para a prefeitura de Fortaleza, em 2020, Capitão Wagner travou uma briga acirrada com o candidato pedetista, José Sarto, no segundo turno e acabou derrotado por 51,7% a 48,3% dos votos válidos. Luizianne Lins chegou em terceiro lugar no primeiro turno, com 17,8%.

A pesquisa foi feita por meio de entrevistas telefônicas (sem o uso de robôs) em 84 municípios do Ceará.

Veja

Postar um comentário

0 Comentários