Julgamento do TRE poderá definir novas eleições em Ipaporanga

Está prevista para as 09h da próxima quarta-feira (28), o julgamento do processo judicial que poderá cassar os mandatos do prefeito e vice de Ipaporanga, Amaro Pereira (PT) e Cleoto Bezerra (PDT)

 Trata-se de uma ação de indícios prática de abuso de poder econômico/político, protocolada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) no mês de junho. Caso o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) acate os argumentos do MPE, o pequeno município de Ipaporanga deverá ter novas eleições.

Consultado pela reportagem nesta segunda-feira (26), o advogado Dr. Júnior Bonfim afirmou que caso ocorra a cassação, Ipaporanga poderá ter novas eleições tanto em 2021, quanto em 2022. "Novas Eleições ocorrem quando o Tribunal determina, fixando a data. No caso aí temos que ver o trâmite. Dependendo dele tanto pode ser este ano como no próximo", informou.

O prefeito e o vice tem como advogados Samuel David de Andrade Medeiros e Barbosa e Ricardo Valente Filho.

Clique aqui e veja o parecer do MPE na íntegra.

NATHAN LOIOLA


Postar um comentário

0 Comentários