Estelionatários usam nome do delegado e de um inspetor para aplicar golpes em Tamboril


Os golpes no Whatsapp para roubar dados e extorquir usuários têm se tornado cada vez mais comuns. Estelionatários se utilizam dos mais diversos meios e motivos para conseguir dinheiro das vítimas. Ação que antes ocorriam apenas em grandes cidades, migrou para o interior e a cada dia novas vítimas são identificadas.

Em Tamboril, esse tipo de crime está se tornando comum. Recentemente os estelionatários usaram o nome do delegado e de um inspetor da delegacia do município na tentativa de aplicar tais ações fraudulentas. As vítimas desconfiaram e procuraram os policiais para tentar apurar os fatos e por pouco não se tornaram vítimas também.

Um dos estelionatários entrou em contato com um jovem do Bairro Monte Castelo e se identificou como delegado de Tamboril. Na conversa ele disse que o rapaz estava sendo acusado da prática de crime sexual e que estava sendo investigado por ele. O suposto delegado disse que se a vítima lhe desse a quantia de R$ 2.000,00 (dois mil reais) ele encerrava a investigação e ele não seria penalizado.
A vítima procurou a delegacia percebeu que se tratava de uma tentativa de fraude e registou Boletim de Ocorrência.

Outro caso recente em Tamboril envolve o nome de um inspetor. O estelionatário se passando pelo agente de segurança, entrou em contato com uma pessoa que vende alimentação e solicitou a ela o envio de quentinhas para a delegacia. Na conversa ele pediu que mesma efetuasse uma recarga no celular dele e levasse até a DP para R$ 100,00 – a vítima também desconfiou da ação e entrou em contato com pessoas que trabalham no local. Logo se constatou que se tratava de um golpe. Os dois casos estão sendo investigados.

As informações são de Manuel Sales

Postar um comentário

0 Comentários