728x90

centered image

Dois suspeitos de matar soldado da PM são presos e outro morre em confronto com a polícia no Ceará


Dois suspeitos da morte de um policial militar durante um assalto foram presos cerca de cinco horas após o crime na noite desta terça-feira (13). Um terceiro suspeito resistiu à prisão, foi ferido em confronto e socorrido para uma unidade de saúde, mas morreu no local. O local da prisão não foi divulgado. O agente de segurança foi morto em um ônibus intermunicipal em Cascavel na Região Metropolitana de Fortaleza.

Durante as buscas, duas armas de fogo foram apreendidas, entre elas, a pistola que pertencia ao profissional de segurança, o soldado Thiago Araújo do Nascimento, de 26 anos.

Mais informações sobre a ação de captura dos suspeitos serão divulgadas em coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (14), na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Assalto e morte no ônibus

O soldado Thiago Araújo do Nascimento foi morto a tiros durante um assalto a um ônibus de transporte intermunicipal na tarde desta terça-feira (13). O crime aconteceu em uma rodovia do município de Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza e tanto o policial, quanto os bandidos estavam no coletivo. Os criminosos ainda levaram a arma de fogo do agente de segurança.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, o militar foi atingido pelos tiros disparados por dois assaltantes que também estavam no veículo. Forças de segurança realizam buscas na região para tentar capturar os envolvidos no homicídio do PM. As buscas aos criminosos contaram com o apoio de um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).

Mais cedo, a Pasta informou que Thiago Araújo do Nascimento, de 26 anos, ingressou na Polícia Militar, no dia 11 de outubro de 2017. "Desde então, desempenhou seu trabalho com dignidade em prol da segurança do povo cearense. Atualmente, estava lotado no Batalhão de Policiamento Turístico (BPTUR), em Beberibe".

A SSPDS se solidarizou com a família do militar que vai ser acompanhada pela Coordenadoria de Saúde e Assistência Social e Religiosa (CSASR) da Polícia Militar.

O governador Camilo Santana publicou uma mensagem nas redes sociais lamentando a morte do soldado e afirmou que o estado está realizando todos os esforços para prender os autores do crime.

"Recebi com grande pesar a notícia da morte de um dos nossos PMs, hoje, durante uma ação criminosa em Cascavel. Todos os esforços estão sendo empreendidos para que os autores sejam presos o mais rápido possível e paguem pelo crime na Justiça. Minha solidariedade aos familiares e amigos", escreveu.

G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários