Universitária é filmada por celular no telhado enquanto tomava banho em casa, no Ceará


Uma universitária de 20 anos denunciou à polícia ter encontrado um celular no telhado de casa e que foi filmada pelo mesmo aparelho quando tomava banho dentro da residência no Bairro Presidente Kennedy, em Fortaleza. A vítima conseguiu pegar o celular onde encontrou vídeos dela e da irmã. Um Boletim de Ocorrência foi registrado no 10º Distrito Policial. O caso ocorreu na manhã desta terça-feira (1º).
A Polícia Civil afirma que apura o crime de exposição da intimidade sexual denunciado pela universitária. A mulher conseguiu pegar o celular, mas o suspeito fugiu do local. Policiais civis realizam buscas para tentar localizar o suspeito, que já foi identificado.

Conforme a vítima, quando ela olhou para o telhado do banheiro, viu o celular, que estava em um espaço entre um muro de uma igreja evangélica e o telhado da casa.

"Eu olhei para cima e vi o celular. Então eu fui até o quarto, chamei minha irmã e disse baixo a ela: tem um celular ali'. A gente pegou o cabo de uma vassoura e quando a gente ia derrubar, tiraram, então, eu tive certeza de que era um celular", disse.

A universitária afirma que após a descoberta vestiu a roupa rápido e, com a ajuda da irmã e uma vizinha, saiu na rua em busca de tentar identificar o proprietário do celular. "Atrás da minha casa tem uma igreja, quando a gente foi lá, estava trancado. Ligamos para a polícia, mas quando eu olhei entre o portão da igreja, percebi que ainda havia alguém no local. O meu medo era ele fugir e eu não saber quem era", disse.

Fuga do suspeito

A jovem afirma que localizou um homem nas dependências da igreja, que tentou fugir. "Corri atrás dele, derrubei no chão, um homem que estava passando me ajudou a segurar ele, encontramos o celular na igreja e quando olhei na galeria encontrei um vídeo meu tomando banho, tem vídeo da minha irmã arrumando a cama", disse.

A universitária afirma que ainda tentou conter o suspeito, porém familiares do homem chegaram e ele conseguiu fugir.

Foto: Brenda Albuquerque
G1

Postar um comentário

0 Comentários