Gleisi Hoffmann ameaça processar Amado Batista após cantor chamar Lula de ladrão


Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, ameaça processar Amado Batista após o cantor ter chamado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “ladrão” em uma entrevista concedida à Rede Nordeste de Rádio, na semana passada.

Na entrevista de cerca de 27 minutos, o cantor defende posicionamentos do atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e faz acusações a Lula e seus filhos. “Lula é um ladrão, só vota nele quem gosta de ladrão. Diferente de Bolsonaro, que não rouba”, dispara Amado.

O cantor complementa falando sobre Lulinha, filho do ex-presidente: "Saiu do nada, hoje é milionário. Não estou exagerando, digo porque conheço seus negócios no agronegócio. Ande pelo Mato Grosso, como eu, e você comprovará”.

É possível ouvir a entrevista na íntegra clicando aqui.

Mesmo tendo sido realizada na semana passada, as falas de Amado geraram repercussão na cúpula somente hoje, sábado, 5. Pelo Twitter, Gleisi Hoffmann disse que o cantor enfrentará a Justiça pelas acusações feitas.

Ao portal UOL, a assessoria do partido afirma que os advogados do PT ainda estão avaliando quais as representações e ações cabíveis contra o cantor por suas afirmações.
 O Povo

Postar um comentário

0 Comentários