Empresa de caseiro de ex-prefeito de Nova Russas tem processo na justiça por débito de mais de R$ 180 mil ao Banco do Brasil

O Banco do Brasil protocolou no mês de março deste ano, processo de Execução de Título Extrajudicial na justiça de número 0050261-81.2021.8.06.0133, na 2ª Vara da Comarca de Nova Russas, no valor de R$ 180.621,62 contra a empresa de João Pereira Cunha, caseiro do ex-prefeito de Nova Russas, Marcos Alberto. 

O ex-gestor deixou seu caseiro em "maus lençóis" após transferir a empresa para seu caseiro em 2019, e em 2020 a mesma empresa concorreu a uma licitação da Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara, tendo Marcos Alberto como representante. 

Em documento registrado na Junta Comercial, o ex-prefeito se tornou o procurador da empresa do próprio caseiro, conforme mostra imagem do documento abaixo:

O ex-prefeito afirma que a dita empresa não lhe pertencia, porém a empresa estava em seu nome e documento prova que a empresa foi transferida de Marcos Alberto para seu caseiro, João Pereira Cunha, veja:

 
O caso segue sob análise da justiça.


Postar um comentário

0 Comentários