A partir desta semana, 101.400 kg de alimentos começaram a ser entregues a famílias quilombolas do Ceará. No total, serão 4.826 cestas de alimentos destinadas a comunidades distribuídas em 27 municípios do estado. A ação é desenvolvida pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção da Igualdade Racial, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). A previsão é que, até o dia 18 de dezembro, as doações estejam concluídas.

As primeiras cestas foram disponibilizadas nos municípios de Catunda, Crateús, Monsenhor Tabosa, Novo Oriente, Parambu, Quiterianópolis e Tauá. Nesta etapa, foram atendidas 556 famílias em 12 comunidades quilombolas.

Os dados das 50 comunidades quilombolas beneficiadas foram repassados pela Fundação Cultural Palmares à Conab. Cada cesta contém 21 kg de produtos: 10 kg de arroz, 4 kg de feijão, 2 kg de farinha, 2 kg de açúcar, 1 kg de flocos de milho, 1 kg de macarrão e 1 kg de leite em pó.

Para confecção das cestas, são observados os protocolos de segurança recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para o combate ao coronavírus (Covid-19). A Conab entregará as cestas nas comunidades para os representantes das associações que serão responsáveis por efetuar a distribuição às famílias, também seguindo as normas de segurança necessárias.

A doação de cestas é uma ação governamental integrada que visa garantir alimentos a grupos populacionais específicos em situação de vulnerabilidade social. Também está sendo efetuada para diminuir os impactos das medidas de combate à pandemia do novo coronavírus no país.

Via Ascom