Mulher procura filha biológica em Crateús

Antonia de Maria, que reside atualmente no bairro Ipase, em Crateús, relata que em 1995 deu a luz à uma filha, porém, por já ter dois filhos e ter problemas financeiros, a mesma optou por dar a filha. Ela relata que fez a doação através de uma mulher identificada como “Nesci”, para uma senhora identificada como “Dona Maria”, que iria doar para outra pessoa.

A “Nesci” mais a dona Maria teriam ido buscar a filha dela. Ouviu a história por alto por que a doação foi feita à uma mulher chamada “Deuselina”, em uma localidade de Santo Antonio, nas imediações de Novo Oriente, porém ao perguntar a essa mesma mulher sobre o paradeiro da filha, foi informado que a criança foi devolvida para as pessoas que Antonia de Maria havia doado.

Caso alguém tenha informações sobre o paradeiro da filha biológica de dona Antonia de Maria, é disponibilizado o telefone/WhatsApp: (88) 9445-0306.

Postar um comentário

0 Comentários