Datena, Luiz Bacci e Sikêra Jr. podem sair do ar a qualquer momento após denúncia ser acatada

Nesta sexta-feira (18), foi divulgado um processo que pode tirar do ar os programas de Sikêra Jr, Luiz Bacci e Datena. Isso porque foi encaminhado ao Senado um projeto que visa acabar com o conteúdo sensacionalista na TV aberta.

O ativista Jonas Rafael Rossatto foi o autor da ação. Ele pede pelo fim desse tipo de atração na televisão entre os horários das 6h às 22h. Essa ideia já chegou à Comissão dos Direitos Humanos e conta com mais de 22 mil assinaturas pela internet.

“Para aumentar audiência dos telespectadores insistem em recorrer a programas que espalham notícias violentas sob pretexto de informar”, declarou Jonas Rafael na descrição da petição, que pode se concretizar em breve.

“A exibição de programas violentos no horário livre faz com que crianças e adolescentes possam assistir a acidentes, assassinatos, sangue, perseguições e diversas outras atitudes consideradas proibidas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente”, acrescentou.

Datena e Luiz Bacci se calam, mas Sikêra Jr afirma: “Não serei censurado”

O apresentador da RedeTV! já fez piadas sobre o assunto à frente do Alerta Nacional. Polêmico, ele afirmou que não será censurado. Aliás, o contrato dele com a emissora garante que tenha total liberdade para conduzir seu programa. O salário do famoso, diante de sua audiência, gira em torno de R$ 500 mil, segundo o colunista Fefito, do Uol.

TV Foco

Postar um comentário

0 Comentários