Morre o ex-deputado Manoel Bezerra de Melo, fundador da UMC/SP e do colégio Manoel Mano em Crateús

Morreu nesta terça-feira (9), aos 94 anos, o ex-prefeito e fundador da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) Manoel Bezerra de Melo.

Padre Melo, como era conhecido, morava em Fortaleza, no Ceará, e estava internado por causa de problemas respiratórios. Ele faleceu durante a madrugada após uma insuficiência cardíaca.

Natural de Crateús/CE, onde fundou o colégio Manoel Mano, Manoel chegou a Mogi das Cruzes nos anos 1960 como padre católico e passou a se dedicar à educação. Em 1962 fundou a Organização Mogiana de Educação e Cultura (OMEC).

Padre Melo foi prefeito de Mogi das Cruzes. — Foto: O Diário/Arquivo

Dois anos mais tarde instalou as primeiras faculdades do complexo educacional do município que, a partir de 1973, ficou conhecido como UMC.

Manoel Iniciou carreira política em 1966, quando se candidatou a deputado federal por São Paulo. No fim da década de 1980 se filiou ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

De 1987 a 1991 foi deputado federal constituinte, dessa vez pelo Ceará e na legenda do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

Mais tarde, em 1993, foi eleito vice-prefeito de Mogi na chapa de Francisco Ribeiro Nogueira, mas assumiu o cargo da prefeitura após a morte do titular, em 1994.

Em 1971, Melo recebeu autorização papal, se liberou dos votos como padre e se casou com a professora cearense Maria Coeli, com quem teve a única filha Regina Coeli Bezerra de Melo.

Portal G1/Cícero Lacerda

Postar um comentário

0 Comentários