728x90

centered image

Bacia hidrológica dos Sertões de Crateús completa 10 anos com abastecimento preocupante

bacia hidrológica de Sertões de Crateús, localizada no eixo central do Ceará, registra escassez hídrica desde 2010. É a bacia há mais tempo em situação preocupante. Apesar da seca no Ceará ter se iniciado em 2012, a região enfrenta pluviosidade abaixo da média e, consequentemente, açudes em situação preocupante desde 2010.

Com 5,63% da capacidade de armazenamento, a bacia é composta por dez açudes, sendo os maiores: Barra Velha, Carnaubal, Flor do Campo e Realejo. A bacia hidrográfica abrange municípios como Crateús e Independência.

Durante os primeiros 15 dias de fevereiro, a bacia registrou 91 milímetros (mm) de chuvas, o que representa 85,4% do volume esperado para o mês todo (106,6 mm). Em janeiro, mês de pré-estação, a região acumulou 157,9 mm de precipitações, valor 68,2% a mais do que a média para o período (93,9 mm).

Conforme informações da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), em 2010 e 2012, a bacia foi classificada em situação de alerta (categoria de 30% a 50% do volume de abastecimento). Em 2012, primeiro ano de seca do Estado, as condições da bacia hidrológica de Sertões de Crateús foram consideradas críticas (10% a 30%). Desde 2013 até este ano, a situação está mais grave, sendo classificada como muito crítica (0% a 10%).

Ana Rute Ramires – O Povo

Postar um comentário

0 Comentários