Em reunião com a Prefeitura Municipal de Crateús, ocorrida nesta quinta-feira (24), o Ministério Público orientou á Prefeitura a suspender imediatamente a cobrança da taxa de iluminação pública em localidades que não usufrui de serviços de iluminação pública.

De acordo com o promotor de justiça Dr. Lázaro Trindade o Ministério Público recebeu várias manifestações de insatisfação da população da zona rural com a cobrança da taxa sem a prestação de serviço.

Em acordo com a Prefeitura de Crateús, o Ministério Público orienta a população da zona rural que recebem a cobrança da taxa sem a prestação de serviço de iluminação que compareçam à Procuradoria do Município com a conta de energia e a carteira de identidade para encaminhar a Enel a suspensão da taxa de contribuição de iluminação pública destas comunidades.

(Samila Gomes/Tiago Rodrigues)
Foto: internet