Top Ads

header ads

Universitários divulgam nota de repúdio e reclamam que prefeitura de Tamboril retirou ônibus escolar

Foto: internet
Há quase dois meses, universitários de Tamboril que estudam no Instituto Federal do Ceará (IFCE) – Campus Crateús, reclamam da retirado de um ônibus escolar que transportava os estudantes. Nesta segunda-feira (05), depois de várias tentativas em solucionar o problema, eles enviaram nota ao blog repudiando a situação e pedindo providências sobre o caso.

Os alunos alegam que viajam mais de 120 quilômetros todas as noites em busca de conhecimento e que a retirada do ônibus por parte da gestão Pedro e Bibi, está prejudicando a vida de todos. Segundos eles, grande parte dos alunos fazem o percurso em pé todas as noites em um outro veículo que transporta alunos para outras faculdades.

A situação acontece deste setembro e segundo eles a solução será procurar o ministério público para tentar resolver o caso.

Leia a nota na íntegra.

Nós, estudantes tamborilenses do IFCE (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Ceará) – Campus Crateús em sua maioria, viemos por meio desta afirmar nossa insatisfação com o fato do nosso transporte estar há quase dois meses indisponível aos alunos. Vamos procurar de maneira didática explicar de maneira não tanto formal nossa situação com uma leitura de fácil acesso.

O que nos relataram é que se trata de um transporte no distrito de Carvalho com problemas mecânicos e para repôr usaram nossa topic. Até aí, tudo bem. Entretanto, o que estamos vendo é o transporte na borracharia jogado, ignorado, dando claras evidências de nem sequer estar sendo consertado.

Conversas paralelas dão conta de que a intenção é cortar nosso transporte, o que não podemos confirmar de maneira oficial. O comentário,— mais uma vez afirmando que não de maneira oficial — é que a topic estava indo vazia, o que não é verdade. Somos mais de 20 alunos, o que prova a não veracidade de comentários que nos são repassados.

Hoje estamos indo em um ônibus superlotado, com cadeiras com até três alunos— isso quando as duas que estão ocupando oferecem o assento para alguém — e como na volta somos a última faculdade, ficamos sendo sempre os últimos a entrar, fazendo com que a maioria vá em pé, e como o corredor tem muitas cadeiras com até três alunos, acaba ficando apertado, fazendo com que o corredor fique apertado. Ou seja, além do aluno de maneira desconfortável ir uma longa viagem em pé depois de horas de aula, — isso sem contar os que trabalham e já estão exaustos devido a correria do dia —, ainda para entrar na topic tem o difícil acesso devido aos bancos que estão ocupados por três pessoas e como o espaço é pouco para três indivíduos, acaba o corredor ficando apertado. Tentem imaginar o tamanho desconforto que isso significa. Isso sem contar o risco de uma simples batida ou freada, o que pode ocasionar algo pior.

Em vista da situação que o país se encontra hoje, com direitos sendo tirados e com os fatos expostos, nós como classe estudantil não podemos ficar de braços cruzados com tamanho descaso. Já temos perdido muito e corremos o risco de perder mais. Desta forma, de antemão deixamos claro que não estamos dispostos a abrir mão de uma conquista que tinha sido adquirida e de maneira democrática vamos buscar desconstruir uma contradição e construir nossa reivindicação deixando clara nossa insatisfação com o que temos vivido e afirmando que não vamos nos calar e que temos disposição para lutar até conseguir nossa topic de volta.

Atenciosamente, alunos de Tamboril que estudam no IFCE.

Repórter: Manuel Sales