Top Ads

header ads

Obras do Presídio Público de Crateús são retomadas após longo período paradas

[caption id="attachment_8810" align="aligncenter" width="701"] Prefeito de Crateús visita com sua equipe, local das obras do presídio de Crateús.[/caption]

No ano de 2006, na gestão do então governador do Ceará, Lúcio Alcântara, que Crateús foi escolhido para sediar um presídio com objetivo de solucionar problema de superlotação na cadeia que é localizada nas dependências do 7º Batalhão de Polícia Militar, sediado na cidade. Na época, o secretário estadual da Justiça e Cidadania, Evando Guedes, disse que a escolha de Crateús, para sediar o novo presídio, decorreu de um estudo técnico. “A pesquisa mostrou a necessidade e a demanda daquela região”.

De lá pra cá, alguns muros foram construídos, porém as obras foram paradas. O prefeito de Crateús, Marcelo Machado, visitou na manhã desta terça-feira (18), juntamente com sua equipe, o local onde deverão ser retomadas as obras. As obras gerarão cerca de 100 empregos durante a construção, devendo a triagem dos candidatos ser feita por intermédio do Sistema Nacional de Emprego (SINE).

O presídio de Crateús terá seis pavimentos, quatro masculinos e dois femininos, e capacidade para 153 detentos. O prazo para entrega da obra é de 11 meses, a depender da documentação e recursos.

Repórter: Nathan Loyola - www.sertoesdecrateus.com.br